quarta-feira, 20 de maio de 2009

Obrigado.

Expresso aqui a minha gratidão pelo número simbólico de visitas.

2009


Um bem haja,


Marco Dias Rodrigues.

domingo, 17 de maio de 2009

Os 13 indomáveis candidatos.



É este o futuro da União Europeia? Criar bases de entretenimento para os espectadores?

Questiono-me sobre a qualidade intelectual de alguns candidatos.


Um bem haja,

Marco Dias Rodrigues

segunda-feira, 11 de maio de 2009

PSP obriga mulheres a trabalhar nas folgas.

Agentes penalizadas pelo número insuficiente de mulheres na Polícia.

O Comando da PSP de Coimbra obriga as suas agentes a abdicar das folgas para prestarem serviço sempre que há detidos do sexo feminino. Há mesmo casos de agentes doentes contactadas para se apresentarem ao serviço.

Ainda assim, apesar da explicação dada ao JN, o comando não evita nomear as mulheres para serviços que totalizam 23 horas e 59 minutos, de modo a evitar que, por um minuto, sejam atingidas as 24 horas, e a PSP se veja obrigada a compensar as suas agentes sob outro regime remuneratório.

Segundo uma das agentes, há a agravante de, com base nesta prestação de serviço, as mulheres ficarem impossibilitadas de gozarem o seu descanso como quiserem, já que têm de ficar em casa "à disposição do supervisor operacional" [que as manda chamar em caso de serviço].

"Há aqui, claramente, um regime de escravidão apoiado num regulamento disciplinar e na avaliação de desempenho, para não falar do assédio moral e do temor referencial", disse, ao JN, o elemento, sob anonimato, com receio de represálias. "Quando se reclama desta situação fica-se mal visto e isso tem custos na avaliação de desempenho no final do ano. É comer e calar", acrescenta.

Fontehttp://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1227845

Pessoalmente, sinto-me envergonhado com esta notícia. Sinto que a diferença entre o subdesenvolvimento e o desenvolvimento não é medida apenas em macroescalas, mas também num conjunto de pequenos objectivos a serem cumpridos. Como poderemos autoproclamar que somos um país com um grau de desenvolvimento social e intelectual aceitável quando somos confrontados com notícias deste teor? Como cidadão preocupado no bem estar nacional, sinto-me na obrigação de criticar esta actuação por parte da PSP e culpabilizar directamente o responsável não só local como também Nacional, considerando-a inadmissível.


Um bem haja,

Marco Dias Rodrigues.